3 de outubro de 2016

Eleição muda composição da Assembleia Legislativa e Câmara Federal

O resultado das eleições municipais, neste domingo (2), provocou a mudança da composição nos legislativos federal e estadual da Paraíba. Na Assembleia Legislativa, dos seis deputados que disputaram ao cargo de prefeito, pelo menos dois foram eleitos e abrem vaga para os suplentes ocuparem a cadeira em definitivo. Na Câmara Federal, quem deixa a bancada paraibana é o deputado federal Manoel Junior (PMDB), que assume a partir de 1º de janeiro o mandato de vice-prefeito de João Pessoa.

Manoel Junior retorna aos trabalhos em Brasília já nesta segunda-feira (3). O peemedebista disse que só pretende liberar a cadeira para o 1º suplente André Amaral (PMDB) após tomar posse no executivo da capital, em janeiro. Amaral vem substituindo o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), que se licenciou para disputar a prefeitura de Campina Grande.

Na Assembleia, um dos que deixa o parlamento estadual é o deputado Zé Aldemir (PP), que venceu a eleição em Cajazeiras sobre a prefeita Denise Oliveira (PSB). O suplente de sua coligação Jullys Roberto (PMDB), que se elegeu pelo PEN é o sucessor natural para ocupar a sua cadeira. Em Patos, na disputa entre os deputados Dinaldinho (PSDB) e Nabor Wanderley (PMDB) levou a melhor o tucano, que deixa o legislativo estadual, abrindo vaga para Antônio Mineral (PSDB).

Além de Nabor, retornam a dedicação exclusiva da atividade parlamentar, o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), que obteve o quarto lugar na disputa pela prefeitura de Campina Grande, bem como seu candidato a vice-prefeito, o deputado Inácio Falcão (PTdoB), mas sem mudanças porque eles não se desincompatibilizaram do cargo para fazer a campanha. Mesmo caso é de Veneziano, segundo colocado em Campina Grande, e Wilson Filho (PTB), que foi vice de Cida Ramos (PSB) na disputa em João Pessoa, saindo derrotado já no primeiro turno pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD).