27 de setembro de 2016

TSE não liberou tropas federais para as 13 cidades paraibanas

A cinco dias das eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não apreciou as solicitações de tropas federais encaminhadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) para 13 cidades da Paraíba. A próxima sessão administrativa ocorre nesta terça-feira (27), mas os pedidos de reforço do Exército para garantir a segurança dos eleitores não consta na pauta.

Além do município de Campina Grande, que o TRE-PB autorizou a convocação de reforço federal desde o dia 15 de setembro, também foi deferido os pedidos de tropas federais para as cidades de Esperança, Montadas e Areial (19ª Zona Eleitoral), além da solicitação da 35ª e 63ª zonas eleitorais, para Sousa, Marizópolis, Lastro, Aparecida, Santa Cruz, Nazarezinho, Vieirópolis, São Francisco e São José da Lagoa Tapada.

A assessoria do TSE, no entanto, informou que há possibilidade de que os pedidos sejam julgados na sessão administrativa agendada para a próxima quinta-feira (29), mas nada impede que as solicitações sejam apreciadas em uma sessão extraordinária, que pode ser convocada a qualquer momento até no dia da eleição.

Até a sexta-feira (23), o TSE já havia recebido 41 pedidos de requisição de forças federais, que envolvem 435 municípios ou localidades em 14 estados. Desse total, o Plenário julgou 18 processos, englobando 199 municípios e localidades em nove unidades da Federação. Nenhum da Paraíba.